• Remédios caseiros/naturais para tratamento da Caxumba (parotidite)

    scissors
    junho 18th, 2009

    caxumba

    O que é?

    Caxumba, ou parotidite, é uma infecção comum na infância provocada por um vírus. É transmitida através de gotículas de saliva, isto é, se alguém ficar perto de uma pessoa que está com esta doença, a tosse, a fala ou o espirro, liberam no ar inúmeros vírus, que penetram no aparelho respiratório, onde se alojam. Ingressam então na corrente sanguínea, por onde viajam através do corpo, até chegarem às glândulas salivares paroditas, sua região predileta.

    É uma doença muito contagiosa, onde quer que tenha aglomerações de crianças, como escolas, parques, clubes, quando uma é atacada pela caxumba, não demora muito para que as outras contraiam a doença.

    A caxumba é mais frequente entre 5 a 15 anos de idade, mas pode ocorrer em qualquer idade, depois dos 6 meses (Até o 6º mês de vida o bebe esta protegido pelos anticorpos que a mãe lhe ofereceu pelo aleitamento).

    Medicina AlternativaDicas de remédios naturais para o seu tratamento

    • Misturar: sabugueiro, tanchagem e alecrim. Quatro colheres, das de sopa, das plantas picadas para um litro de água, 3 ou 4 xícaras ao dia. Em cada xícara, acrescentar 20 gotas de própolis.
    • Para higiene bucal, bochechos com chá de sálvia, tanchagem e 30 gotas de própolis, várias vezes ao dia.
    • Fazer compressas com o chá de camomila morno no local. Repetir várias vezes esse método.
    • Usar emplasto de ovo, farinha de trigo e alho. Prepara-se da seguinte maneira: 1 ovo, 2 dentes grandes de alho e 2 colheres de farinha de trigo. Colocar o ovo com casca no liquidificador, junto com o alho e bater. Acrescentar a farinha até adquirir consistência. Aplicar no local, interpondo um pano entre a pele e o emplastro. Aplicar uma vez por dia, quente, deixando uma hora sobre o local. Amarrar a compressa com uma fralda ou uma toalha.
    • Emplasto de inhame: ralar 100 gramas de inhame cru, por numa panela, acrescentar farinha de trigo e cozinhar um pouco, até adquirir consistência de pasta. Aplicar uma vez ao dia, quente, deixando uma hora sobre o local. Amarrar a compressa com uma fralda ou uma toalha.