• História de Noé: quem foi? Ele realmente existiu?

    scissors
    junho 1st, 2011

    Arca de Noé

    Arca de Noé, onde ele e sua família, mais um casal de cada espécie de animal se refugiaram durante o grande dilúvio.

    A história de Noé (Gênesis 6,5 a 9,28) tem um prólogo (Gênesis 6,5-8) que estabelece o pano de fundo; a narrativa principal, que conta sobre a arca (6,9 a 8,18) e a aliança (8,19 a 9,17); e um epílogo (9,18-28) de degradação e morte. O prólogo menciona como Noé tornou-se um homem de destaque; a narrativa principal revela o resultado dessa distinção; e o epílogo mostra que ele não era suficientemente diferente dos demais.

    Três verdades de abrangência universal são mencionadas na primeira referência a Noé: a maldade do homem, o arrependimento por haver feito o homem e a destruição do homem que ele criou. Gênesis 6,5-7.

    A tradução de Gênesis 6,8 é exata: Noé, porém, achou graça / favor. Esta frase ocorre 40 vezes no Antigo Testamento. Esta palavra indica gentileza ou favor imerecido que poderia ser suspenso.

    Noé tinha três características: Era justo no caráter, íntegro e tinha comunhão com Deus. Tinha uma obediência imediata à palavra do Senhor seu Deus. Ao receber a ordem para construir a arca (6,14-16), assim fez. Possuía uma sensibilidade espiritual à palavra do Senhor seu Deus, uma aceitação reverente das Escrituras seguida pela obediência da fé.

    NoéDepois do Dilúvio, a aliança do Senhor com Noé foram elaborados em três formas: Houve uma consagração responsiva da parte de Noé (8,18-20); Deus estabelece as leis para uma vida obediente (9,1-7); e a aliança confirmada através de um sinal (9,8-17).

    Noé é citado em pelo menos em vinte manuscritos antigos de povos como o hindu, o havaiano, o chinês etc. Manuscritos datados a. C. como o chinês por exemplo. Teve três filhos: Sem, Ham e Jafet (Sem, Cam e Jafé). Viveu de acordo com relatos da Bíblia 950 anos. 600 antes de do dilúvio e 350 depois do dilúvio.

    Hoje a ciência e a arqueologia falam que este personagem não só existiu, mas que houve um dilúvio na região em que ele viveu.

    Fonte de pesquisa:

    “Quem é quem na Bíblia Sagrada.” Editado por Paul Gardner. Editora Vida.