• Fariseus: Quem foram? O que eram? Quais suas crenças?

    scissors
    junho 10th, 2011

    FariseusA palavra significa “os separados”. Era uma das principais instituições religiosas do antigo judaísmo, e teve um importante papel na história dos judeus.

    Este grupo surgiu entre os dois Testamentos da Bíblia como um movimento religioso de protesto contra a helenização do judaísmo. Os fariseus consideravam-se os intérpretes da lei ou da Torah. No desejo de proteger a Lei, formularam uma lei oral (mishna), a qual servia de complementação para a “Lei Mosaica”. Os fariseus acreditavam na vida após a morte e na ressurreição dos mortos.

    Jesus dirigiu duras críticas a esta seita (ver Mateus 5,20; 16,6. 11.12; 23,5. 13-15. 23; etc), por vários motivos. Primeiro, os fariseus colocavam mais ênfase e atribuíam mais autoridade à Lei oral do que a de Moisés, a que Jesus reconheceu como procedente de Deus. Segundo, os próprios fariseus não tinham disposição para cumprir o que exigiam dos outros. Terceiro, ele pareciam, como grupo religioso, estar muito mais preocupados com a aparência exterior do que com as questões interiores da fé. Finalmente, eles olhavam com desprezo para os gentios e as pessoas comuns de sua própria nação.

    Na época de Jesus havia pelo menos sete tipos de fariseus. Havia os que andavam de cabeça baixa para não falar com mulher; os que agiam com escrúpulo; etc.

    Saulo de Tarso

    Saulo de Tarso, um fariseu que perseguia os cristãos com violência, mas depois converteu-se e virou apóstolo Paulo.

    O apóstolo Paulo, o grande apóstolo dos gentios, o propagador e grande responsável pela disseminação do Cristianismo, antes era fariseu e perseguidor do cristianismo. Era conhecido como Saulo de Tarso e se tornou Paulo, o apóstolo. Era fariseu e se tornou cristão.

    O pensamento farisaico como vida após a morte, ressurreição dos mortos, uma vida de pureza, também influenciou o pensamento cristão. Muitos fariseus se tornaram cristãos no primeiro século da era cristã.

    Os fariseus eram um dos segmentos do Judaísmo e o Judaísmo se tornou o berço do Cristianismo.

    Fonte de pesquisa:

    “Dicionário de Religiões, Crenças e Ocultismo” – De George A. Mather & Larry A. Nichols – Editora Vida.